Grupos Católicos LGBTIQ + em todo o mundo recordam ao Vaticano que “O Que Deus Purificou, Não Deves Chamá-lo Impuro”

A Rede Global de Católicos Arco-íris responde à Congregação para a Doutrina da Fé e ao seu “Responsum a um dubium sobre a bênção das uniões de pessoas do mesmo sexo”.

Inglês / Espanhol / Italiano / Português / Chinês / Frances

16 de março de 2021. A Rede Global de Católicos Arco-íris (GNRC), uma rede de mais de quarenta organizações que apoiam os católicos LGBTIQ em todo o mundo, declara: “Este documento é de facto um grito reacionário em resposta ao ar fresco que está enchendo a Igreja a partir das paróquias e do laicado, das comunidades de todo o mundo onde as bênçãos para os casais do mesmo sexo já são uma realidade. O documento do Vaticano publicado hoje, chamado ‘Resposta da Congregação para a Doutrina da Fé a um dubium sobre a bênção das uniões de pessoas do mesmo sexo’, utiliza argumentos teológicos duvidosos para rejeitar as afirmações de uma Igreja viva que quer reformar os ensinamentos católicos obsoletos sobre a sexualidade “.

Michael Brinkschroeder, teólogo católico e membro dos grupos membros da GNRC alemã Homosexuelle und Kirche e QueerGottesdienst Munich, afirma: “Muitos bispos alemães expressaram o seu apoio a estas cerimónias de bênção no passado e é um tema relevante na conversa do Caminho Sinodal. O presidente da Conferência Episcopal Alemã recebeu esta argumentação como uma contribuição para a conversa em curso, mas também disse que requere de argumentos teológicos importantes e mais profundos”. As discussões espontâneas que surgiram na Alemanha e em outros lugares sobre estas cerimónias de bênção são para ele um sinal de que o povo de Deus está mais empoderado que no passado e está a pedir uma argumentação teológica real que não se baseie em velhos preconceitos e autoridades tendenciosas. “Não podemos considerar um argumento sobre a diversidade sexual e de género que provem do Catecismo Católico como justificado teologicamente simplesmente porque aparece lá, especialmente porque há muitos estudos que já demostraram a sua falta de apoio bíblico e académico”, diz Brinkschroeder.

A teóloga e membro da Comissão Teológica da GNRC, Mary E. Hunt, aclara que “as bênçãos para as relações entre pessoas do mesmo sexo estão a ocorrer em muitas comunidades Católicas com benefícios frutíferos. Também se celebram os matrimónios entre pessoas do mesmo sexo em algumas comunidades católicas para o enriquecimento mútuo de quem se casa e de quem os testemunha e apoia”. Ela oferece este esclarecimento porque o documento passa por alto o facto de que esta realidade pastoral já está bem estabelecida. Hunt continua: “Os planos e propostas para tais bênçãos converteram-se desde há muito numa prática pastoral cada vez mais comum, que gradualmente se tornou mais pública. Nós endossamos e apoiamos estes esforços “.

Christopher Vella, Copresidente da GNRC e católico num matrimónio entre pessoas do mesmo sexo, acrescentou: “É triste receber este tipo de resposta do Vaticano. Para nós, dá a entender que a Igreja quer manter a cabeça na areia e permanecer completamente alheia ao ‘vinho novo’ das relações entre pessoas do mesmo sexo e da sua sacramentalidade com termos como ‘pecado’ e ‘contra o plano de Deus’. Assinala o impacto emocional negativo que a declaração do Vaticano terá não só nos Católicos LGBTIQ, mas em toda a comunidade Católica num momento de crise, quando deve prevalecer um chamamento ao acolhimento e não à rejeição. “Porque é que a Igreja continua a usar conceitos e terminologia tão obsoletos como ‘inclinações homossexuais’? Porque é que continua a negar a realidade das pessoas LGBTIQ e o seu lugar na ordem diversa da natureza de Deus?”, pergunta Vella.

A GNRC espera e reza para que a Igreja chegue ao “Momento de Damasco”, como São Paulo, abra os olhos ao grande dano que causam tais declarações. Que a Igreja, como São Pedro, compreenda que “o que Deus purificou, não deves chamá-lo impuro” (Atos 10, 15).

Vários membros da GNRC também publicaram as suas próprias declarações sobre este tema, incluindo até à data: 

DignityUSA (Inglês), New Ways Ministry (Inglês), Fortunate Families (Inglês), Quest LGBTI (Inglês) e Rede Nacional de Grupos Católicos LGBT (Português).

Rede Global de Católicos Arco-íris 2021

Sitio Web : www.rainbowcatholics.org                Mail :          media@gnrcatholics.org

Twitter :  GNRCatholics   Instagram : gnrcatholics   Facebook : GlobalNetworkofRainbowCatholics

A Rede Global de Católicos Arco-íris (GNRC) é formada por organizações e indivíduos que trabalham pelo cuidado pastoral e justiça para pessoas lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, intersexuais e queer (LGBTIQ) e suas famílias. Trabalhamos pelo reconhecimento, inclusão, dignidade e igualdade desta comunidade na Igreja Católica Romana e na sociedade em general. A GNRC foi fundada em outubro de 2015, ratificando-se e adotando os seus Estatutos e Regulamentos Internos em Munique-Dachau em dezembro de 2017. A GNRC foi registada oficialmente como uma Organização do Terceiro Setor internacional a 17 de dezembro de 2017.

This entry was posted in Portuguese. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *