Comunicado de Imprensa da GNRC N12: Grupo global de católicos LGBTI declara: “Nos alegramos com a iniciativa do Papa Francisco de ajudar um grupo de mulheres trans, porque o Evangelho fala de exemplos de amor além das palavras”

A Rede Global de Católicos do Arco-Íris aplaude o apoio econômico dado pelo Vaticano a um grupo de mulheres trans na Itália, solicitado pelo Papa Francisco

English / Spanish / Portuguese / French / Italian / Chinese

1 de maio de 2020. O Papa Francisco surpreendeu o mundo ontem com um maravilhoso exemplo de humanidade e misericórdia, apoiando economicamente um grupo local de mulheres carentes durante a quarentena na Itália. A ação do papa foi bem recebida especialmente por uma rede internacional de católicos LGBTI de mais de trinta países, a Rede Global de Católicos do Arco-Íris (GNRC).  Para a GNRC, este exemplo de amor ao próximo é particularmente relevante devido a três fatos significativos: o grupo auxiliado pelo papa era composto principalmente por imigrantes, profissionais do sexo e mulheres trans. Segundo relatos da mídia, o Papa Francisco estava completamente ciente disso ao tomar a decisão de enviar seu esmoleiro pessoal, o cardeal Konrad Krajewski, autoridade responsável por distribuir as contribuições de caridade do papa, para apoiar a paróquia católica local em Torvaianica, Itália, onde o grupo de mulheres estava refugiado.

O Papa Francisco vem sendo criticado por algumas de suas declarações a respeito das pessoas LGBTI, mas sempre manteve uma posição clara acerca do apoio àqueles que ajudam a comunidade de transgêneros. Com sua ação recente, ele persevera na atitude que assumiu na Amoris Laetitia, de aprender com a partilha da experiência vivida pelo próximo. “Nos alegramos com a ação do Papa Francisco em ajudar um grupo de mulheres trans, porque o Evangelho é sobre exemplos de amor além das palavras”, disse Christopher Vella, de Malta, co-diretor da GNRC.

A GNRC se regozija com a resposta dessa paróquia e do Vaticano à necessidade de apoio daquele grupo de mulheres trans. Como declara o Evangelho: “Tudo o que vocês fizerem por cada um desses meus irmãos e irmãs, é por mim que farão”. (Mateus 25:40). “Temos alguns exemplos fantásticos de como membros da GNRC vêm entrando em ação durante a pandemia”, disse Ruby Almeida, de Londres, co-diretora da GNRC. “Para citar apenas duas das mais de quarenta organizações que compõem nossa rede – os Católicos do Arco-íris (Filipinas) e o GAPD, de São Paulo (Brasil) – que estão coletando e distribuindo alimentos para aqueles que não são atendidos pelos sistemas de assistência social em suas respectivas cidades.”

Como assinalaram os líderes da GNRC, a situação do grupo auxiliado pelo papa é compartilhada por pessoas LGBTI em todo o mundo, que geralmente são excluídas dos sistemas econômicos tradicionais. Em muitos países, esse isolamento econômico é intensificado devido à orientação sexual, identidade de gênero ou status legal e de imigração, como é o caso da comunidade de transgêneros em Torvaianica. “Muitas pessoas LGBTI em todo o mundo vivem no limite da sobrevivência, e as restrições impostas pela pandemia limitam ainda mais sua capacidade de se sustentar. Isso é uma questão de sobrevivência ”, afirma Christopher Vella. Grupos-membros da GNRC como o FARUG (Uganda) e o Holy Trinity LGBTI Ministry (África do Sul) ajudam a aumentar a conscientização sobre essa realidade, mostrando-a nas mídias sociais, além de promover a coleta de recursos e campanhas.

Ruby Almeida conclui, “As pessoas LGBTI precisam de justiça todos os dias, e de ajuda quando surgem necessidades críticas. Que a bem-vinda ação de caridade do Papa Francisco traga um momento de consciência e conversão para os católicos e todas as pessoas ao redor do mundo.”

DIRETORIA DA GNRC

This entry was posted in Press release and tagged , , , , . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *